OADM

Bíblia encontrada na Turquia

0 comentários


Nota: Se não desaparecerem com esta bíblia, vão dar um jeito de considerar ela como paga, ou Apócrifa, pois qualquer revelação feita e prejudicial a Governos e Religiões mundiais, faram como fizeram com o livro de Enoque, que mesmo Jesus ter mencionado uma profecia de Enoque ele foi considerado como apócrifo, como eu não estou nem ai com estas religiões eu já adotei ela como fazendo parte da bíblia, pois o meu temor e a Deus Jeová, e não temo homens corruptos e interesseiros.
Uma bíblia de 1500 anos foi descoberta na Turquia, após a prisão de uma quadrilha que comercializava antiguidades de forma ilegal.
O livro, feito em couro tratado e escrito em um dialeto do aramaico, língua falada por Jesus, tem as páginas negras, por causa da ação do tempo.
Segundo informações do site Notícias Cristãs, peritos avaliaram o livro e garantiram que o artefato é original. A descoberta do livro se deu em 2000, e desde então, vinha sendo mantido em segredo, guardado em um cofre-forte na cidade de Ancara.


Estima-se que o valor do livro chegue a 20 milhões de euros, dada sua importância histórica. Após a divulgação da descoberta, o livro foi considerado patrimônio cultural e após a restauração que será feita, o livro será exposto no Museu Etnográfico de Ancara.

Há informações de que o Vaticano demonstrou preocupação com a descoberta do livro, e pediu às autoridades turcas que permitissem que especialistas da Igreja Católica pudessem avaliar o livro e seu conteúdo, que se suspeita, contenha o “Evangelho de Barnabé”, escrito no século XIV e considerado controverso, por descrever Jesus de maneira semelhante à pregada pela religião islâmica.


Uma fotocópia de uma única página do manuscrito antigo é pensado para ser 1.5million R pena. 

O ministério da Cultura turca e ministro do Turismo Ertugrul Gunay disse que o livro poderia ser uma versão autêntica do Evangelho, que foi suprimida pela Igreja Cristã por suas fortes paralelos com a visão islâmica de Jesus.


Ele também disse que o Vaticano tinha feito um pedido oficial para ver a escritura - um texto polêmico que os muçulmanos afirmam ser um complemento para os evangelhos originais de Marcos, Mateus, Lucas e João.De acordo com a crença islâmica, o Evangelho trata Jesus como um ser humano e não um Deus.

Ele rejeita as idéias da Santíssima Trindade e da Crucificação e revela que Jesus predisse a vinda do profeta Maomé. Em uma versão do evangelho, ele disse disse: "Como será o Messias ser chamado? Muhammad é o seu nome abençoado '.


QUEM FOI Barnabé?
Nascido em Chipre como José, Barnabé foi um dos primeiros cristãos mais tarde chamado de apóstolo.

Sua história aparece nos Atos dos Apóstolos, e Paulo menciona-o em algumas de suas epístolas.

A data, lugar e circunstâncias de sua morte são historicamente verificável.Mas os Estados tradição cristã que ele foi martirizado em Salamis, Chipre.Ele é tradicionalmente identificado como o fundador da Igreja de Chipre, com o seu dia de festa em 11 de junho.

E em outro Jesus negou ser o Messias, alegando que ele ou ela seria ismaelita, o termo usado para um árabe. Apesar do interesse no livro recém re-descoberto, alguns acreditam que é uma data falsa e só volta para o século 16. As cópias mais antigas da data de livro de volta a esse tempo, e são escritos em espanhol e italiano.

Protestante pastor Ihsan Ozbek disse que era improvável de ser autêntico.
Isto porque Barnabé viveu no primeiro século e foi um dos Apóstolos de Jesus, em contraste com esta versão que é dito para vir a partir do século V ou VI.

Ele disse ao jornal Hoje Zaman: "A cópia em Ancara poderia ter sido escrito por um dos seguidores de Barnabé.

"Desde há cerca de 500 anos entre Barnabé e a escrita da cópia da Bíblia, os muçulmanos podem se decepcionar ao ver que esta cópia não inclui coisas que eles gostariam de ver.

"Pode não ter nenhuma relação com o conteúdo do Evangelho de Barnabé.
Professor de teologia Ömer Faruk Harman disse uma verificação científica da Bíblia pode ser a única maneira de revelar quantos anos ela realmente tem.

Turquia nega pedido do Vaticano de examinar a bíblia
O Ministério da Cultura da Turquia negou em 28/02/2012 que o Vaticano pediu para examinar uma Bíblia antiga, que de acordo com a imprensa local, poderia conter um evangelho apócrifo.

A assessoria da pasta disse à ANSA que ontem à noite o ministro Ertugrul Gunay desmentiu informações publicadas na imprensa sobre o interesse da Santa Sé pelo antigo volume.

Uma fonte do Museu de Etnografia de Ancara, instituição que teria sob seu poder a Bíblia citada, informou à ANSA que o texto ainda precisa ser examinado e que qualquer suposição sobre o seu conteúdo é prematura. De acordo com o Ministério, a imprensa turca fez "sensacionalismo" sobre o caso, já que a única informação confirmada por Gunay é de que foi confiada a seu Ministério uma Bíblia de 1.500 anos, "que provavelmente foi escrita em aramaico, em linguagem semelhante à falada por Jesus", e que após sua restauração será exposta ao público.

This work is licensed under a Creative Commons Attribution By license.
Share this article :

Postar um comentário

Por favor leia antes de comentar:

1. Os comentários deste blog são todos moderados;
2. Escreva apenas o que for referente ao tema;
3. Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
4. Não faço parcerias por meio de comentários;
5. Comentários para discussão Anônima são deletados
6. Obrigado por sua visita e volte sempre.

Saiba Ta Na Net

Mais Populares

Compartilhe!

Visitantes Países

free counters
 
Support : Cara Gampang | Creating Website | Johny Template | Mas Templatea | Pusat Promosi
Copyright © 2011. Originais World - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Modify by CaraGampang.Com
Proudly powered by Blogger
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...