OADM

Ensino divino contra ensinos de demônios

0 comentários

demonios

“Alguns se desviarão da fé, prestando atenção a desencaminhantes pronunciações inspiradas e a ensinos de demônios.” — 1 TIMÓTEO 4:1.

IMAGINE passar toda sua vida numa zona de guerra. O que acharia de ir dormir com o barulho de tiroteio e acordar com o retumbar de artilharia? Infelizmente, em algumas partes do mundo, é assim que as pessoas vivem. Em sentido espiritual, porém, todos os cristãos vivem em situações assim. Encontram-se no meio duma grande batalha que já se trava por uns 6.000 anos e que se intensificou em nossos dias. Que guerra milenar é esta? É a batalha da verdade contra a mentira, do ensino divino contra os ensinos de demônios. Não é exagero classificá-la — pelo menos referente a um dos protagonistas — de conflito mais impiedoso e mais mortífero da história da humanidade.

2 O apóstolo Paulo mencionou os dois lados envolvidos neste conflito ao escrever a Timóteo: “A pronunciação inspirada diz definitivamente que nos períodos posteriores de tempo alguns se desviarão da fé, prestando atenção a desencaminhantes pronunciações inspiradas e a ensinos de demônios.” (1 Timóteo 4:1) Note que os ensinos de demônios seriam especialmente influentes nos “períodos posteriores de tempo”. Encarado do ponto de vista dos dias de Paulo, nós vivemos neste período de tempo. Note também o que se opõe aos ensinos de demônios, a saber, a “fé”. Neste caso, a “fé” representa o ensino divino, baseado nas divinamente inspiradas pronunciações de Deus, contidas na Bíblia. Uma fé assim vivifica. Ela ensina ao cristão fazer a vontade de Deus. É a verdade que conduz à vida eterna. — João 3:16; 6:40.

3 Todos aqueles que se desviam da fé perdem a possibilidade de ter vida eterna. São as baixas desta guerra. Que resultado trágico de se deixar desencaminhar por ensinos de demônios! (Mateus 24:24) Como podemos nós mesmos evitar estar entre essas baixas? Por rejeitarmos totalmente esses ensinos mentirosos, que só servem ao objetivo do “governante dos demônios”, Satanás, o Diabo. (Mateus 12:24) Como era previsível, os ensinos de Satanás são mentiras, porque ele é “o pai da mentira”. (João 8:44) Note como foi hábil em usar mentiras para desencaminhar nossos primeiros pais.

Revelados ensinos de demônios

4 Esses acontecimentos se encontram registrados na Bíblia em Gênesis 3:1-5. Usando uma serpente, Satanás chegou-se à mulher Eva e perguntou: “É realmente assim que Deus disse, que não deveis comer de toda árvore do jardim?” A pergunta parecia inocente, mas examine-a outra vez. “É realmente assim?” Satanás parecia surpreso, como que dizendo: ‘Será que Deus diria uma coisa dessas?’

5 Eva, na sua inocência, indicou que era mesmo assim. Ela sabia qual era o ensino divino sobre este assunto, que Deus dissera a Adão que eles morreriam se comessem da árvore do conhecimento do que é bom e do que é mau. (Gênesis 2:16, 17) Pelo visto, a pergunta de Satanás despertou o interesse dela, de modo que deu atenção ao ponto-chave do argumento dele: “A isso a serpente disse à mulher: ‘Positivamente não morrereis.’” Que coisa perversa a dizer! Satanás acusou Jeová, o Deus da verdade, o Deus de amor, o Criador, de ter mentido aos Seus filhos humanos! — Salmo 31:5; 1 João 4:16; Revelação (Apocalipse) 4:11.

6 No entanto, Satanás disse mais. Prosseguiu: “Porque Deus sabe que, no mesmo dia em que comerdes dele, forçosamente se abrirão os vossos olhos e forçosamente sereis como Deus, sabendo o que é bom e o que é mau.” De acordo com Satanás, Jeová Deus — que fizera provisões tão abundantes para os nossos primeiros pais — queria privá-los de algo maravilhoso. Queria impedir que fossem como deuses. Satanás questionou assim a bondade de Deus. Promoveu também a satisfação da própria vontade e a desconsideração deliberada das leis de Deus, dizendo que agir assim seria vantajoso. Na realidade, Satanás questionou a soberania de Deus sobre a Sua própria criação, alegando que Deus não tinha nenhum direito de impor limites à atuação do homem.

7 A partir destas palavras de Satanás, começaram a ser ouvidos ensinos de demônios. Estes ensinos iníquos ainda promovem similares princípios ímpios. Assim como Satanás fez no jardim do Éden, ele agora, junto com outros espíritos rebeldes, ainda questiona o direito de Deus de fixar normas de ação. Ainda contesta a soberania de Jeová e procura influenciar os humanos para que desobedeçam ao seu Pai celestial. — 1 João 3:8, 10.

8 Naquela primeira escaramuça na batalha entre o ensino divino e os ensinos de demônios, Adão e Eva fizeram a decisão errada e perderam a esperança de ter vida eterna. (Gênesis 3:19) O passar dos anos e a deterioração dos seus corpos confirmaram-lhes amplamente quem mentira e quem lhes dissera a verdade lá no Éden. No entanto, centenas de anos antes de morrerem em sentido físico, tornaram-se as primeiras baixas na batalha entre a verdade e as mentiras ao serem julgados indignos da vida pelo seu Criador, a Fonte da vida. Isto ocorreu quando morreram em sentido espiritual. — Salmo 36:9; compare com Efésios 2:1.

Ensinos de demônios na atualidade

9 Conforme registrado no livro de Revelação, o apóstolo João foi levado por inspiração ao “dia do Senhor”, que começou em 1914. (Revelação 1:10) Naquela época, Satanás e seus demônios foram expulsos do céu para a vizinhança da Terra — um grande revés para este opositor de nosso Grandioso Criador. Não mais se ouvia no céu sua voz fazendo constantes acusações contra os servos de Jeová. (Revelação 12:10) No entanto, que progresso fizeram os ensinos de demônios na Terra desde o Éden? O registro diz: “Foi lançado para baixo o grande dragão, a serpente original, o chamado Diabo e Satanás, que está desencaminhando toda a terra habitada.” (Revelação 12:9) Todo um mundo tinha sucumbido às mentiras de Satanás! Não é de admirar que Satanás seja chamado de “o governante deste mundo”. — João 12:31; 16:11.

10 Admitiu Satanás a derrota depois de ter sido expulso do céu? De modo algum! Ele decidiu continuar a lutar contra o ensino divino e contra os que se apegam a este. Depois de ter sido expulso do céu, Satanás continuou sua guerra: “O dragão [Satanás] ficou furioso com a mulher e foi travar guerra com os remanescentes da sua semente, que observam os mandamentos de Deus e têm a obra de dar testemunho de Jesus.” — Revelação 12:17.

11 Além de Satanás combater os servos de Deus, ele inunda o mundo com a sua propaganda, no empenho de manter a humanidade nas suas garras. Numa das suas visões sobre o dia do Senhor, na Revelação, o apóstolo João observou três animais selvagens, que simbolicamente representavam a Satanás, a sua organização política terrestre e a potência mundial dominante dos nossos tempos. Da boca destes três saíram rãs. O que simbolizavam? João escreve: “São, de fato, expressões inspiradas por demônios e realizam sinais, e vão aos reis de toda a terra habitada, a fim de ajuntá-los para a guerra do grande dia de Deus, o Todo-poderoso.” (Revelação 16:14) É evidente que os ensinos de demônios estão bem ativos na Terra. Satanás e seus demônios ainda lutam contra o ensino divino, e continuarão a fazê-lo até serem impedidos à força por Jesus Cristo, o Rei messiânico. — Revelação 20:2.

Identificação dos ensinos de demônios

12 Podem os humanos tementes a Deus resistir aos ensinos de demônios? Sim, podem, por dois motivos. Primeiro, porque o ensino divino é mais poderoso; e segundo, porque Jeová expôs as estratégias de Satanás para que pudéssemos resistir a elas. Conforme disse o apóstolo Paulo, “não desconhecemos os seus desígnios”. (2 Coríntios 2:11) Sabemos que Satanás usa a perseguição como um dos meios para alcançar seus objetivos. (2 Timóteo 3:12) Porém, de modo muito mais sutil, ele procura influenciar a mente e o coração daqueles que servem a Deus. Desencaminhou Eva e pôs no coração dela desejos errados. Ele procura fazer o mesmo hoje. Paulo escreveu aos coríntios: “Tenho medo de que, de algum modo, assim como a serpente seduziu Eva pela sua astúcia, vossas mentes sejam corrompidas, afastando-se da sinceridade e da castidade que se devem ao Cristo.” (2 Coríntios 11:3) Considere como Satanás tem corrompido o modo de pensar da humanidade em geral.

13 Diante de Eva, Satanás acusou Jeová de mentir, e disse que os humanos podiam ser como deuses se desobedecessem ao seu Criador. A atual condição decaída da humanidade prova que o mentiroso foi Satanás, não Jeová. Os humanos hoje em dia não são deuses! Satanás, porém, acrescentou a esta primeira mentira mais outras. Introduziu a idéia de que a alma humana é imortal, que não pode morrer. Ele tentou assim a humanidade com a possibilidade de ser como deuses de outra forma. Então, baseado nesta doutrina falsa, promoveu os ensinos do inferno de fogo, do purgatório, do espiritismo e da veneração dos antepassados. Estas mentiras ainda escravizam centenas de milhões de pessoas. — Deuteronômio 18:9-13.

14 Naturalmente, o que Jeová disse a Adão era verdade. Adão morreu mesmo quando pecou contra Deus. (Gênesis 5:5) Quando Adão e seus descendentes morreram, tornaram-se almas mortas, inconscientes e inativas. (Gênesis 2:7; Eclesiastes 9:5, 10; Ezequiel 18:4) Todas as almas humanas morrem porque herdaram o pecado de Adão. (Romanos 5:12) Lá no Éden, porém, Jeová prometeu a vinda duma semente (ou descendente) que combateria as obras do Diabo. (Gênesis 3:15) Esta Semente é Jesus Cristo, Filho unigênito do próprio Deus. Jesus morreu sem pecados, e sua vida sacrificada tornou-se o resgate para tirar a humanidade da sua condição moribunda. Aqueles que obedientemente exercem fé em Jesus têm a oportunidade de receber a vida eterna que Adão perdeu. — João 3:36; Romanos 6:23; 1 Timóteo 2:5, 6.

15 A verdadeira esperança da humanidade é o resgate, não uma idéia vaga de que a alma sobrevive à morte. Este é o ensino divino. É a verdade. É também uma demonstração maravilhosa do amor e da sabedoria de Deus. (João 3:16) Quão gratos devemos ser de termos aprendido esta verdade e de termos ficado livres dos ensinos de demônios nestes assuntos! — João 8:32.

16 Satanás, com suas mentiras no Éden, incentivou Adão e Eva a aspirarem ser independentes de Deus e a se estribarem na sua própria sabedoria. Atualmente, vemos o resultado disso a longo prazo nos crimes, nas dificuldades econômicas, nas guerras e na crassa desigualdade existentes no mundo de hoje. Não é de admirar que a Bíblia diga: “A sabedoria deste mundo é tolice perante Deus”! (1 Coríntios 3:19) No entanto, a maioria dos humanos prefere tolamente sofrer em vez de prestar atenção aos ensinos de Jeová. (Salmo 14:1-3; 107:17) Os cristãos que aceitam o ensino divino evitam cair nesta armadilha.

17 Paulo escreveu a Timóteo: “Ó Timóteo, guarda o que te foi confiado, desviando-te dos falatórios vãos, que violam o que é santo, e das contradições do falsamente chamado ‘conhecimento’. Por ostentarem tal conhecimento, alguns se desviaram da fé.” (1 Timóteo 6:20, 21) Este “conhecimento” representa também os ensinos de demônios. Nos dias de Paulo, este provavelmente se referia às idéias apóstatas que alguns nas congregações promoviam. (2 Timóteo 2:16-18) Mais tarde, um falsamente chamado conhecimento, tal como o gnosticismo e a filosofia grega, corrompeu a congregação. No mundo atual, o ateísmo, o agnosticismo, as teorias da evolução e a alta crítica feita à Bíblia são exemplos do falsamente chamado conhecimento, assim como são as idéias antibíblicas promovidas por apóstatas da atualidade. Os frutos de todo este falsamente chamado conhecimento podem ser vistos na degradação moral, no amplo desrespeito pela autoridade, na desonestidade e no egoísmo que caracterizam o sistema de coisas de Satanás.

Apego ao ensino divino

18 Embora Satanás, desde o tempo do Éden, tenha inundado a Terra com ensinos de demônios, sempre houve alguns que buscaram o ensino divino. Atualmente, estes somam milhões. Incluem os remanescentes cristãos ungidos, que têm a esperança certa de reinar com Jesus no Seu Reino celestial, e a crescente grande multidão de “outras ovelhas”, cuja esperança é herdar o domínio terrestre deste Reino. (Mateus 25:34; João 10:16; Revelação 7:3, 9) Hoje em dia, estes foram reunidos numa só organização mundial, à qual se aplicam as palavras de Isaías: “Todos os teus filhos serão pessoas ensinadas por Jeová e a paz de teus filhos será abundante.” — Isaías 54:13.

19 Ser ensinados por Jeová significa mais do que apenas conhecer a doutrina verdadeira — embora isso seja importante. Jeová nos ensina a viver, a aplicar o ensino divino à nossa própria vida. Por exemplo, resistimos ao egoísmo, à imoralidade e ao espírito de independência tão prevalecentes no mundo em volta de nós. Reconhecemos em que resulta a impiedosa busca de riquezas neste mundo — na morte. (Tiago 5:1-3) Nunca nos esquecemos do ensino divino expresso nas palavras do apóstolo João: “Não estejais amando nem o mundo, nem as coisas no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele.” — 1 João 2:15.

20 O efeito dos ensinos de demônios sobre as suas vítimas é visto nas palavras de Paulo aos coríntios: “[Satanás] tem cegado as mentes dos incrédulos, para que não penetre o brilho da iluminação das gloriosas boas novas a respeito do Cristo, que é a imagem de Deus.” (2 Coríntios 4:4) Satanás gostaria de cegar deste modo também os verdadeiros cristãos. Lá no Éden, ele usou uma serpente para desencaminhar uma serva de Deus. Hoje, ele usa filmes e programas de televisão violentos e imorais. Faz uso do rádio, da literatura e da música. Uma arma poderosa que ele tem à sua disposição é a associação errada. (Provérbios 4:14; 28:7; 29:3) Reconheça sempre o que estas coisas realmente são: artimanhas e ensinos de demônios.

21 Lembre-se de que as palavras de Satanás no Éden foram mentiras, as palavras de Jeová mostraram ser verdadeiras. E assim continuou a ser desde aqueles dias primitivos. Satanás sempre mostrou ser mentiroso, e o ensino divino é infalivelmente verdadeiro. (Romanos 3:4) Se nos apegarmos à Palavra de Deus, estaremos sempre do lado vencedor na batalha entre a verdade e as mentiras. (2 Coríntios 10:4, 5) Portanto, estejamos decididos a rejeitar todos os ensinos de demônios. Assim perseveraremos até que tenha acabado a guerra entre a verdade e a falsidade. A verdade será vencedora. Satanás não existirá mais e na Terra se ouvirá apenas o ensino divino. — Isaías 11:9.

Share this article :

Postar um comentário

Por favor leia antes de comentar:

1. Os comentários deste blog são todos moderados;
2. Escreva apenas o que for referente ao tema;
3. Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
4. Não faço parcerias por meio de comentários;
5. Comentários para discussão Anônima são deletados
6. Obrigado por sua visita e volte sempre.

Saiba Ta Na Net

Mais Populares

Compartilhe!

Participe

Visitantes Países

free counters

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Support : Cara Gampang | Creating Website | Johny Template | Mas Templatea | Pusat Promosi
Copyright © 2011. Originais World - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Modify by CaraGampang.Com
Proudly powered by Blogger
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...