UFOLOGIA: VIMANAS, AERONAVES DA ANTIGA ÍNDIA, SAIBA O QUE SÃO!


200 de uma classe de anjos chamados de observadores liderada por Semyaza veio à terra em suas Merkabahs durante os dias de Jared, mas contaminaram com mulheres humanas. Seus filhos eram gigantes híbridos abominações que tomaram conta do mundo.

Os observadores caídos ensinaram seus filhos Nephilim muitos segredos do céu e da terra que ainda mal pode compreender.

Uma das tecnologias surpreendentes que ensinavam eram vimanas-uma versão física de Merkabahs espirituais de seu pai.

Em menos de 21 minutos, este vídeo conta a história oculta de estas embarcações desde os tempos antediluvianos até hoje e mesmo no futuro.

Ele é atolamento embalado com os dados, e quanto mais você procurar nele ... o mais que você deve encontrar e aprender. conhecer todo o seu "Alien" enganadores: "GFOL" arcontes = caídos (originais anjos caídos liderados por Lúcifer, o ex-cobrindo querubins / Isaías 24:21 / Efésios 6:12 ) "Nórdicos" gigante / "híbridos" = 4 Reich nazista ubermensch / nova ninhada de nephilim feitas através do disfarce de "abdução alienígena" (Daniel 2:43 ) "grays" = caído watchers (classe de anjos caídos que caíram em dias de Jared, liderada por Semyaza-Gênesis 6:2,4 / 1 Enoque 6-10) "reptilianos" = nagas / semente da nachash (1 João 3:12 / Gênesis 3:15 / Mateus 13:38 ) Teve que até os ferros por 75% de um presente .






Vimanas, aeronaves da antiga Índia


Vimana é uma máquina voadora mitológica, amplamente descrita na literatura antiga da Índia. Referências a esse misterioso veículo aéreo são comuns em textos antigos indianos e neles encontramos detalhes de seu uso até mesmo como equipamentos de guerra. Os Vedas, por exemplo, fazem uma exposição circunstanciada de vimanas de várias formas e tamanhos, desde o Ahnihotra Vimana, com dois propulsores, ao Vimana Elefante, com mais propulsores, e outros tipos com nomes como Kingfisher, Íbis e de diversos animais. Veda vem do sânscrito e significa “conhecimento”. Os Vedas contêm o conjunto dos mais antigos textos sagrados, poemas e hinos laudatórios, formas sacrificais, encantações e receitas mágicas que constituem o fundamento da tradição religiosa e filosófica da Índia. 
Sistema antigravitacional — Consta que os vimanas podiam voar não só dentro da atmosfera da Terra, como também viajar no fundo do mar ou através do espaço sideral. A palavra vimana também vem do sânscrito e significa “separado” ou “tendo sido medido”. Ela denota também uma parte de um templo hindu. O significado da expressão mudou muito de tempos em tempos, provavelmente nesta seqüência: primeiro significava “uma área de terra medida e reservada para propósitos sagrados”, passando depois a “templo” e a “palácio de um deus”. No Ramayana, outra obra literária da antiga Índia, vimana significava “o palácio voador do demônio-senhor Ravana chamado Pushpaka”. E em escritas indianas posteriores, “outros veículos voadores”. Às vezes, vimana poderia ser usado como uma palavra poética para “veículos de chãos ordinários”. Em alguns dialetos indianos modernos – como o gujarati, por exemplo – a palavra vimana se traduz por “uma aeronave comum de verdade”.
 A maioria dos ufólogos da atualidade tende a atribuir uma origem extraterrestre ou governamental-militar aos UFOs que são observados em todo o mundo, negligenciando que eles poderiam ter surgido na Índia antiga ou até mesmo naquela que se acredita a lendária Atlântida. Não restam dúvidas de que grande parte dos textos épicos mencionados é autêntica, o que pode indicar outras possibilidades para os discos voadores. O imperador indiano Ashoka, por exemplo, iniciou uma ordem chamada Sociedade Secreta dos Nove Homens Desconhecidos, integrada por grandes cientistas indianos que receberam a incumbência de catalogar as muitas ciências. Ashoka manteve em segredo o trabalho deles porque temia que a ciência avançada catalogada por esses homens, estudada a partir de antigas fontes indianas, fosse usada para propósitos de guerra, e ele era totalmente contra isso desde que se convertera ao budismo, após derrotar um exército rival em uma batalha sangrenta. Os tais “nove homens desconhecidos” escreveram um total de nove livros, presumivelmente um por cada homem.


Nenhum comentário

Por favor leia !

1. Comente;
2. Compartilhe;
3. Não ofenda;
4. Fazemos parcerias troca de banner;
5. Comentários são analisados
6. Obrigado por sua visita, volte sempre!