ALHO E OS BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE



Podemos não ter certeza se realmente o alho "afasta vampiros", mas podemos estar certos de que repele as toxinas do corpo.


"O alho contém numerosos componentes de enxofre, incluindo os grupos mais valiosos Sulph-hydryl, que oxidam mercúrio, cádmio e chumbo e tornam esses metais solúveis em água. (...) 

O alho também contém o mineral mais importante, que protege contra a toxicidade do mercúrio, selênio bioativo ".

Assim, o alho acaba com o mercúrio e o chumbo e ajuda o corpo a evacuar os metais do corpo. Talvez o mau hálito é o caminho para uma boa saúde.

Allium sativum é a sua designação em Latim e referimo-nos ao alho comum. 

Regra geral quase todos nós utilizamos os dentes de alho na nossa alimentação como tempero, a verdade é que ele tem mais propriedades agradáveis além do paladar.

Muito utilizado, desde a antiguidade, os estudos têm vindo a comprovar a sua real eficácia. 

Outrora as pessoas comiam ou engoliam dentes de alho, hoje já não é necessário – um dos benefícios da atualidade  as cápsulas! – vieram evitar esse desconforto, mas sobretudo vieram aumentar a quantidade de óleo concentrado responsável pelos efeitos benéficos.

O Alho tem várias aplicações… e não só para afastar vampiros e criaturas dessas, mas sobretudo outros ” monstros” mais reais! 

As bactérias, vermes, parasitas… Estes não atacam em noite de lua cheia mas também nos “sugam”

As aplicações do alho regra geral são as seguintes:

 - Antibiótica
 - Anti-inflamatória
 - Anti-microbiana
 - Anti-asmática
 - Anti-oxidante
 - Anti-cancerígeno
 - Protector cardiovascular

As patologias ou sintomas a serem tratados pelo alho são muito vastos, mas pode-se resumir a sua eficiência em:

Distúrbios gastrointestinais, colesterol elevado, tensão arterial elevada, asma, bronquite, gripe, dores de dentes e mais recentemente os estudos comprovam a sua eficácia em cancro da mama e próstata.

O Alho deve ser consumido cru, pois após ser aquecido ou transformado, perde ou transforma as suas propriedades benéficas. 

No caso das cápsulas, estamos a falar de extratos prensados a frio, macerações ou ainda alho envelhecido, que tem vindo a ser provado a sua eficácia e a ultrapassar as outras apresentações devido ao aumento da concentração das substâncias ativas.

A nossa recomendação vai para 500 a 1000mg de óleo Alho por dia, como efeito protetor ou 1 a 2 dentes crus e frescos por dia.

O seu uso excessivo ou em dosagens elevadas pode causar má digestão e irritabilidade da mucosa gástrica. 

Deve ser evitado se estiver a tomar drogas sintéticas, pode haver o risco de potenciar algumas. 

Suspender nos casos: se já teve algum sintoma alérgico após a sua ingestão, em grávidas, lactentes e crianças até quatro anos e em pré e pós operatório pois tem efeito anti-plaquetário.

O benefício medicinal do alho para o coração

A alicina, é a substância activa presente no alho responsável pelos seus benefícios medicinais, coferindo a ele também o seu intenso aroma.

O alho, allium sativum, é um alimento ciêntificamente reconhecido como um alimento que produz benefícios para a  saúde cariovascular.

Introduzir o alho da alimentação ajuda a  reduzir o colesterol, proteger os vasos sanguíneos, melhora o fluxo sangúíneo e o tempo de coagulação, e além disso é também poderoso um antibacteriano e antimicótico.

Os benefícios do alho se estendem ao sistema gastrointestinal reduzindo os processos de fermentação intestinal aliviando também o desconforto gástrico.

Aprenda por isso como fazer um remédio caseiro para o coração.
Mais sobre este assunto:
Compartilhe este artigo

PODERÁ TAMBÉM GOSTAR

Mais Populares

 
Copyright © 2016 REVELANDO VERDADES OCULTAS • All Rights Reserved.
Template Design by ORIGINAIS OADM • Powered by Blogger
back to top