NASA registra maior explosão já vista na Lua, Podemos ser os próximos? Saiba!

NASA registra maior explosão já vista na Lua e diz que podemos ser os próximos

doomsday-Asteroid

-

A aterrorizante colisão de 90.000 km/h – capturada por cientistas da Nasa, destacando o perigo que o planeta Terra enfrenta de meteoros similares – foi causada por uma rocha espacial que pesava não mais de 40 kg.

Apesar das proporções minúsculas do meteoro – do tamanho de uma pequena rocha e do peso de um garoto médio de 10 anos – o dano de impacto foi colossal e a explosão emitiu o brilho de uma magnitude de 4 estrelas.

Um ataque semelhante contra uma cidade na Terra criaria uma cratera de 20 metros de profundidade e criaria uma zona de letal devastadora, equivalente ao míssil de cruzeiro TEN Tomahawk atingindo exatamente o mesmo lugar.

Especialistas temem que o número de mortos chegaria a milhares.

Um porta-voz do respeitado site científico Science.com disse:

Nos últimos oito anos, a NASA vem acompanhando a Lua por sinais de explosões causadas por meteoros.

Ela explodiu num flash 10 vezes mais brilhante do que qualquer coisa que já vimos antes. Qualquer um que olhasse para a Lua no momento do impacto poderia ter visto a explosão – não requereria um telescópio.

O meteoro de Chelyabinsk é o maior objeto natural conhecido que entrou na atmosfera da Terra desde o meteoro de Tunguska de 1908, que destruiu uma ampla área remota, florestal e muito pouco povoada da Sibéria.

Felizmente, a rocha que atingiu a cidade de Chelyabinsk, em fevereiro de 2013 na Rússia, devido à sua velocidade e ao ângulo de entrada, explodiu enquanto ainda estava no ar, mas 7.200 edifícios foram danificados e 1.500 pessoas ficaram feridas o bastante para procurarem tratamento médico.

A NASA está tão preocupada com a possibilidade de um ataque de asteroides exterminar toda a vida na Terra que iniciou a primeira fase do projeto de uma nave espacial conhecida como o Teste de Redirecionamento de Asteroides Duplo (DART) que será usado para redirecionar a trajetória de um asteróide.

Lindley Johnson, oficial de defesa planetária na sede da NASA, em Washington, disse:

DART seria a primeira missão da NASA a demonstrar o que é conhecido como a técnica do pêndulo cinético – atingindo o asteroide para mudar sua órbita – para se defender contra um futuro impacto de asteroide.

Veja abaixo o vídeo que, apesar de todo o suspense nele colocado e a música sinistra, acaba mostrando na marca de 1:17 onde a rocha atingiu a Lua:

FONTE: OVNIHOJE

Compartilhe este artigo

PODERÁ TAMBÉM GOSTAR

Mais Populares

 
Copyright © 2016 REVELANDO VERDADES OCULTAS • All Rights Reserved.
Template Design by ORIGINAIS OADM • Powered by Blogger
back to top